23.10.17

Resenha | Clarissa - Érico Veríssimo

Olá, leitores, tudo bem? 


Há algumas semanas, resolvi começar a ler mais livros dos nossos queridos escritores brasileiros. Ainda há uma lista enorme de livros que desejo conhecer, mas aos poucos vou conseguindo. A resenha de hoje é sobre a segunda obra publicada de Érico Veríssimo: Clarissa. Se você ficou interessado em saber mais a respeito, é só continuar lendo a resenha. 


Título: Clarissa 
Autor(a): Érico Veríssimo 
Editora: Companhia de Bolso
Ano: 1933
Número de páginas: 214
Nota:  
Onde comprar: Saraiva 
Sinopse: Clarissa vem de uma cidadezinha do interior para estudar na capital, Porto Alegre, onde mora na pensão de tia Eufrasina. Acompanhando o olhar da jovem alegre e otimista, Érico Veríssimo narra o despertar da consciência do mundo em uma adolescente. Clarissa retrata o cotidiano numa pensão familiar na Porto Alegre da década de 30 e, ao mesmo tempo, as convulsões do Brasil e do mundo naquele período



Clarissa é uma garotinha de 13 anos otimista, confiante e cheia de energia. Após ter que se mudar do interior para a capital do Rio Grande do Sul, a menina irá fazer novas descobertas, convivendo com personagens com personalidades e tensões distintas, na pensão de d. Eufrasina, sua tia. 


Amaro fecha o livro e olha o jardim. Por que será que lhe vem à memória a imagem de Clarissa? Clarissa é a parte integrante deste jardim florido e luminoso, Clarissa é como a relva veludosa, como as glicínicas, como as margaridas, como as rosas. Clarissa é qualquer coisa de agreste e puro. Clarissa é música e é poesia, menina e moça - olhos abertos para o mistério da vida, alma que amanhece. 

A pensão de d. Eufrasina está sempre cheia de conversas e desentendimentos. Na hora das refeições, todos os moradores da pensão encontram-se à mesa, e lá se torna o momento dos debates. Um judeu e um protestante discutem sem parar, um major aposentado conta suas histórias repetidamente e seu Tio Couto reclama diariamente da falta de trabalho. 

Clarissa observa todos com atenção. Mas há um morador em especial que lhe desperta dúvida e interesse: Seu Amaro, um músico infeliz, quieto, que vive em seu silêncio eterno. Todos cultivam um sentimento de pena a Amaro, apesar de não saberem o motivo da sua infelicidade. 

Através do olhar de Clarissa, um dos mais consagrados autores brasileiros retrata Porto Alegre da década de 30, com contradições do país e do mundo naquele período, numa leitura interessante para todos os tempos.  




Minha opinião: 

O livro é narrado em 3ª pessoa, com o foco nos sentimentos e vivências de Clarissa. O narrador detalha facilmente as cenas e as ações das personagens, tanto que ao prosseguir a leitura nos envolvemos de uma forma amigável com Clarissa. 

A menina que está quase completando 14 anos, tem um jeito único e especial de ver o que está a sua volta. Acompanhamos de perto seu anseio por viver livre, sair com as amigas, ter um namorado, enfim, ter tudo que é proibido a ela por seus pais, que moram no interior e sua tia, dona da pensão. 

O livro retrata também, as dificuldades do desemprego e a desigualdade social presente no bairro onde moram. Devo ressaltar que a escrita do autor é excelente! A leitura flui muito bem, e diria que com um dia poderia ter terminado a leitura. Por fim, caso alguém já tenha lido outros livros do Érico, deixe indicações nos comentários. 

2 comentários:

  1. Oii tudo bem?
    Normalmente não leio muito livro brasileiros apesar de estar e contato com eles por fazer Letras - PRT.
    Pretendo mudar minha quantidade de leituras de brasileiros e gostei bastante de encontrar um post sobre isso. O livro parece ser bem amorzinho e bem escrito. Amei ele.
    Beijos.

    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jessica! Tudo bem e você?
      Recomendo que você comece a ler algumas obras brasileiras, já que você está fazendo Letras. Pela minha experiência no curso, acho interessante você começar a ler antes mesmo que eles te cobrem a leitura de alguns.

      Clarissa é realmente um livro muito amorzinho haha Garanto que vai gostar!

      Beijão

      Excluir